Ir para: página inicial | pesquisa   | área reservada

Ministério da Agricultura decidiu atribuir a medalha de honra à Agrotejo pelo trabalho desenvolvido ao longo das últimas três décadas


A AGROTEJO - União Agrícola do Norte do Vale do Tejo, assinalou o 30º aniversário, num encontro que decorreu no dia 11 de Novembro, na sede da Agrotejo, na Golegã. Este encontro serviu para avaliar o papel da associação nas últimas três décadas e perspetivar os desafios futuros para a agricultura regional e nacional.


O evento, onde estiveram reunidos representantes de mais de 250 entidades e parceiros, contou com a participação de algumas das mais ilustres figuras do setor e da região, nomeadamente do atual Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, o Presidente da Câmara da Golegã, Rui Medinas, a Secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa , Graça Fonseca e antigos ministros da Agricultura, como Assunção Cristas, Fernando Gomes da Silva e Arlindo Cunha.

No decorrer do encontro, o Ministério da Agricultura decidiu atribuir a medalha de honra do ministério à AGROTEJO pelo seu trabalho desenvolvido ao longo das últimas três décadas.

"Esta distinção vem reconhecer a capacidade de liderança e de vontade dos agricultores se organizarem, tornando-se competitivos, num "percurso notável" que "corresponde ao da nossa integração europeia", afirmou Capoulas Santos.

Para o ministro da Agricultura, a Agrotejo representa o que de melhor se faz na agricultura portuguesa.

Ainda durante a sessão foi anunciado que o projeto de emparcelamento rural de Golegã, Azinhaga e Riachos, vai ser candidatado até final deste ano e o início dos trabalhos está previsto para 2017.

"Um sonho antigo de resolver as limitações fundiárias, cujo financiamento tardou em demasia, mas vai chegar. Será uma oportunidade única para a agricultura da região se revitalizar e restruturar, saindo mais fortalecida e preparada para enfrentar os desafios com que hoje se depara", afirma o presidente da Agrotejo, António de Carvalho.

"O emparcelamento vai continuar a ser, nos próximos anos, o grande trabalho coletivo coordenado pela AGROTEJO", afirma o presidente da Agromais, Luís Vasconcellos e Souza.

Este encontro terminou com a apresentação da nova embaixadora do projeto Restolho, a cantora Mafalda Veiga.

"Há já cerca de um ano que temos vindo a pensar no quão importante seria termos um rosto para o projeto Restolho. Alguém que divulgasse o projeto tal como ele é, mas que ao mesmo tempo se identificasse de tal forma com ele que fosse mais um de nós, que o vivemos quase diariamente. A Mafalda Veiga aceitou e já é uma de nós." afirma a responsável pelo projeto Restolho, Alexandra Fernandes.

Sobre a AGROTEJO

A AGROTEJO - União Agrícola do Norte do Vale do Tejo é uma associação de agricultores sem fins lucrativos, que têm como principal área de abrangência o Norte do Vale do Tejo e que tem como objetivos principais: promover o desenvolvimento agrícola regional, articular as estruturas associativas da região, representar a agricultura, silvicultura e pecuária, incentivar os agricultores na utilização de boas práticas agrícolas, desenvolver a formação profissional e promover a prática de proteção e produção integrada das culturas.

Sobre o projeto RESTOLHO

O projeto RESTOLHO, com o mote "Uma segunda colheita para que nada se perca", nasceu em 2013, numa parceria entre a AGROTEJO, a AGROMAIS, a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome (FPBACF) e a ENTRAJUDA, no combate ao desperdício alimentar.
Nos últimos anos este projeto permitiu reaproveitar 70 toneladas de produtos agrícolas que, de outra forma, seriam desperdiçados.    


     

Voltar

© 2013 AGROMAIS – Entreposto Comercial Agrícola, C.R.L. | Todos os direitos reservados


Zona Industrial de Riachos – Apartado 24 2354-908 RIACHOS
Tel: +351 249 830 170 Fax: +351 249 830 179 - agromais@agromais.pt

Desenvolvimento: AGROGESTÃO