Ir para: página inicial | pesquisa   | área reservada

Batata de Consumo: Épocas de Produção e Variedades

Apesar da batata cultivada em todo mundo pertencer a somente uma espécie (Solanum tuberosum), existem milhares de variedades com diferentes características de tamanho, cor, textura e sabor. Por meio da seleção e cruzamento de variedades é possível criar "novas" batatas mais resistentes a doenças. As variedades atuais são, por isso mesmo, mais resistentes permitindo produzir tubérculos com maior qualidade e variedade de tamanho e sabor. 

Como é do conhecimento geral, as condições adversas verificadas no presente ano agrícola em todo o território nacional, precipitação excessiva e saturação dos solos, dificultou o planeamento da campanha e provocou atrasos nas plantações.

Estes anos particularmente difíceis permitem-nos aprofundar o conhecimento sobre como as variedades podem ser adaptáveis às mais adversas condições climatéricas seguindo sempre o rigor da qualidade.

Para a plantação da batata, é necessária uma temperatura média entre 10°C e 30°C, sendo que a temperatura ideal para a maior produção está entre 18°C e 20°C. Por isso, a plantação geralmente ocorre no fim do inverno. 

Embora se produza batata ao longo de todo o ano, há dois períodos de colheita que se consideram mais importantes: Março/Abril, em que o produto vulgarmente se designa batata primor, devido ao carácter de primícia, e Julho/Agosto, conhecida por batata de conservação, dado o forte poder de conservação que o completo amadurecimento lhe confere. 

Tanto as batatas primor como as de conservação podem apresentar uma epiderme branca ou vermelha. Nos últimos anos, em consequência da maior exigência dos nossos clientes e dos consumidores, houve uma evolução muito grande na perceção do produto: de uma designação genérica de batata passou-se para uma distinção pela finalidade de uso (fritar, cozer ou assar).

Assim, a escolha das variedades assume uma importância acrescida. As variedades que entendemos que melhor se adaptam a nossa região de produção (Vale do Tejo) são: Monalisa, Vivaldi, Asterix e Agria.

Monalisa - muito boa apresentação, boa qualidade de cozimento para o mercado de produtos frescos, pele muito regular, clara e lisa, polpa amarela pálida. Suscetível a sarna, rizoctonia e moderadamente suscetível ao míldio.

Vivaldi - é uma variedade de tuberização e maturação precoce, de pele amarela clara e rendimento elevado, com tubérculos ovais bastante uniformes e de tamanho médio, olhos superficiais e polpa amarela. Suas principais suscetibilidades são em relação à Alternaria solani e moderadamente à sarna prateada. É razoavelmente resistente ao míldio e à sarna comum.

Asterix - pele vermelha, muito boa capacidade de fritura. Tem um ciclo tardio. Muito boa resistência ao stress hídrico. Bastante suscetível à sarna comum e ao míldio. É resistente a nemátodes.

Agria - Variedade semi-precoce, com múltiplas aptidões para processamento. Apresenta a polpa amarela e tem um ótimo paladar. É uma variedade resistente a nemátodes, ao míldio, à rizoctonia e à sarna comum

Na Agromais, porque apostamos claramente na qualidade, somos bastante criteriosos na seleção das áreas em que aceitamos inscrições para a realização desta cultura. Damos preferência a zonas com terras ligeiras onde a plantação se possa realizar cedo para que a colheita seja realizada em finais de Maio / meados de Junho evitando problemas associados a colheitas tardias, tais como a traça. 

Para além dos aspectos qualitativos, esta limitação temporal e espacial da plantação tem impactos importantes ao nível do rendimento do produtor pois, geralmente, a produção precoce está associada a melhores níveis de preço.

A importância da batata de consumo para a Agromais, para além da questão económica, está relacionada com o facto de ser uma excelente cultura para entrar em rotação cultural, contribuindo para a manutenção do potencial produtivo dos excelentes solos da nossa região.

Tiago Petulante
Departamento Técnico da  Agromais


     

Voltar

Tiago Petulante 2

© 2013 AGROMAIS – Entreposto Comercial Agrícola, C.R.L. | Todos os direitos reservados


Zona Industrial de Riachos – Apartado 24 2354-908 RIACHOS
Tel: +351 249 830 170 Fax: +351 249 830 179 - agromais@agromais.pt

Desenvolvimento: AGROGESTÃO